Dor de cabeça: 5 queixas que podem ser amenizadas com a osteopatia

Dores, Para você

A dor de cabeça é uma das queixas mais comuns na vida dos brasileiros. Pense por um instante: qual foi a última vez que você sentiu o incômodo? É bem provável que tenha sido ainda nesta semana. A dor na região pode ter diferentes razões, por isso, a osteopatia é o tratamento recomendado para quem convive com o problema.

Que tal optar pelo tratamento osteopático em vez de continuar tomando remédios? 

É impossível fugir dela: cerca de 90% da população adulta têm pelo menos um episódio de dor de cabeça durante a vida. Dependendo da intensidade do sintoma, as atividades diárias podem ser prejudicadas. Por exemplo, quem sofre com enxaqueca sabe o quanto é difícil lidar com os sintomas que vêm junto do incômodo. Você fica intolerante à luz, sons e mal conhece se levantar.

Qual é a causa da sua dor de cabeça? 

Uma dor de cabeça pode ter diferentes razões. É por isso que nem todas melhoram com remédio ou parecem ter uma explicação. Sabe aquele incômodo que surge no final de um dia estressante? Pode ser o seu corpo tentando te mostrar que algo não está certo. Se você sofre com dores frequentes, o ideal é procurar um profissional de saúde para investigar a origem do problema. 

Entre as razões mais comuns para a dor de cabeça, estão: 

Estresse

Quando você está nervoso ou ansioso, os músculos do pescoço e da cabeça ficam extremamente tensos, causando a dor de cabeça. De maneira geral, quando o corpo e a mente estão cansados, a dor de cabeça surge com frequência, sinalizando que é preciso relaxar. 

Problemas de visão

Mais comum entre pessoas que trabalham o dia inteiro no computador, os problemas de visão como astigmatismo, hipermetropia e miopia podem provocar dor de cabeça, pois exige um esforço maior para enxergar as coisas. O incômodo costuma surgir no final do dia ou depois de um longo tempo de exposição na claridade. 

Problemas de coluna

Você já chegou a pensar que sua dor de cabeça é causada por problemas na coluna? Saiba que isso é muito comum. Quando existe alguma alteração na região cervical, a tensão acumulada nos músculos da parte superior das costas e do pescoço produz um estímulo doloroso para o cérebro, que responde gerando dor de cabeça. Enquanto houver um desequilíbrio na região, as dores aparecerão. 

Problemas hormonais

O período da menstruação causa uma série de alterações no corpo feminino, gerando os incômodos da TPM e enxaqueca. Muitas mulheres sofrem com dor de cabeça quando estão perto de menstruar, porque os níveis de estrogênio passam por mudanças, deixando o organismo mais vulnerável a dores e fraquezas.

Bruxismo

Sua dor de cabeça começa logo pela manhã? Pode ser bruxismo! O ato involuntário de apertar ou raspar os dentes durante a noite pode alterar o posicionamento da articulação da mandíbula e causar incômodos na região, que vêm acompanhados por uma sensação de cansaço. 

Sua dor de cabeça não melhora? Experimente tratar com osteopatia! 

A osteopatia é um tratamento criado por Andrew Taylor Still, baseado na teoria de que o corpo consegue criar seus próprios medicamentos contra doenças quando está equilibrado, com condições ambientais e nutrição adequadas. Em outras palavras: você não precisa de tantos remédios para dor de cabeça, basta recuperar o equilíbrio do organismo. 

Para que a dor de cabeça melhore de verdade, a primeira coisa a ser feita é entender porque ela está ali. A cefaléia tensional será tratada de um jeito, a enxaqueca de outro e as queixas que surgem por conta dos problemas na coluna, de outro. Por isso, a fase da avaliação é importante para que o resultado seja efetivo! 

O tratamento osteopático envolve todos os sistemas do corpo para tratar diretamente a origem da dor. Como dizem por aí: é eliminar o mal pela raiz. Isso significa que mesmo que a região dolorida seja a da cabeça, o profissional fará uma investigação sobre o histórico de saúde completo. O papel do fisioterapeuta é encontrar qual ou quais regiões desencadeiam os sintomas e tratar de forma personalizada.

Técnicas de osteopatias utilizadas para tratar a dor de cabeça  

O atendimento de osteopatia valoriza sua individualidade, isso quer dizer que as técnicas não são repetidas em todos os tratamentos. Porém, existem algumas intervenções mais comuns no tratamento da dor de cabeça. Confira! 

  • Cranianas: são feitas com o objetivo de melhorar a mobilidade de ossos e suturas que compõem o crânio, circulação venosa e o líquido cefalorraquidiano.
  • Estruturais: age nas alterações e desajustes de músculos, ossos e articulações.
  • Fasciais: manipulação das fáscias que normaliza os tecidos conjuntivos.
  • Linfáticas: funcionam para estimular a autorregulagem do sistema linfático e imunológico.
  • Musculares: restaura as funções e movimentos musculares.
  • Viscerais: trata lesões estruturais que estejam afetando o funcionamento de órgãos.

Se a sua dor de cabeça persiste por mais de 10 dias, é importante que você procure um Fisioterapeuta Osteopata para identificar se ela pode ser considerada crônica e qual a melhor forma de tratamento para seu tipo específico. Evite se automedicar. Afinal, os remédios não resolvem o problema, apenas amenizam os sintomas. Cuide-se de verdade! 

Quer ser tratado pelos melhores Fisioterapeutas Osteopatas do mercado?

Agende seu horário nas Clínicas EOM!

Publicado em 18 abril de 2022