Fisioterapia infantil: como funciona o tratamento

Dicas de saúde, Para você, Tratamentos

A fisioterapia infantil é uma especialidade importante, que cresce com o passar dos anos. Os profissionais da área se especializam para tratar dos pequenos com técnicas e abordagens mais sensíveis e personalizadas para cada fase da infância. Você sabe como o atendimento do fisioterapeuta colabora com o crescimento saudável do seu pequeno? 

A fisioterapia pediátrica é a área que trata de recém-nascidos e crianças até o período da puberdade, que costuma acontecer por volta dos 12 anos. Ela é importante para lidar com desordens multifatoriais, causadas por doenças congênitas ou adquiridas, nascimento prematuro e alterações genéticas. As lesões físicas causadas pelos tombos na infância também são tratadas pelo fisioterapeuta especialista na área e as técnicas são aplicadas de acordo com a necessidade. 

A abordagem da fisioterapia infantil é diferente do tratamento para adultos 

Tatar um bebê é diferente do que cuidar de um adulto. Os pequenos chegam ao consultório mais agitados e não conseguem falar o que estão sentido. Por isso, o trabalho do fisioterapeuta precisa ser adequado às particularidades do paciente, feito em um ambiente lúdico e com técnicas adequadas para a idade da criança.

O principal objetivo da fisioterapia infantil é desenvolver o potencial do paciente e buscar sua independência como indivíduo enquanto reorganiza as estruturas do corpo e recupera a saúde. Isso só é possível com um cuidado personalizado. A recomendação é que sempre que for preciso buscar um profissional, prefira aquele com experiência com bebês e crianças. De preferência, um fisioterapeuta osteopata, que possui um raciocínio mais abrangente. 

Quando procurar um profissional especialista em fisioterapia infantil? 

Embora muitas pessoas olhem para a fisioterapia como um tratamento útil nos casos de lesões ou machucados, ela pode ser preventiva também. Buscar um fisioterapeuta já nos primeiros anos da criança é essencial para normalizar as disfunções existentes. Profissionais especializados em osteopatia, por exemplo, são preparados para lidar com sequelas que um parto com fórceps pode gerar no bebê. 

O fisioterapeuta pediátrico consegue tratar problemas de diferentes origens, como musculares, esqueléticas, neurológicas, respiratórias e muito mais. Com um trabalho tão amplo, a fisioterapia infantil faz muito pela saúde da criança. Entre os principais benefícios do tratamento estão: auxílio no desenvolvimento motor e respiratório, correção em desvios posturais e diminuição de possíveis dores, além da recuperação de lesões. 

A osteopatia contribui com o crescimento saudável da criança 

O fisioterapeuta Osteopata utiliza técnicas de mobilização e manipulação para aliviar dores e tratar doenças. De acordo com o conceito da osteopatia, o corpo tem tudo o que precisa para se recuperar sem o uso de remédios, ou seja, o papel do profissional é conduzir os sistemas para a ordem natural de saúde.

A osteopatia tem um tratamento personalizado, o que é ótimo para o atendimento de crianças. Cada pequeno tem sua individualidade e o cuidado deve ser feito baseado em uma avaliação minuciosa do pequeno paciente, para realizar um trabalho efetivo.

Por conta das diversidades anatômica e fisiológica nos órgãos e sistemas de pacientes pediátricos e adultos, o enfoque da fisioterapia pediátrica precisa ser diferente para cada faixa etária. Por isso, a base de conhecimentos da osteopatia é útil! 

Conhecer os benefícios e aplicações da fisioterapia infantil te ajudará a entender quando é hora de levar seu pequeno até um profissional. Seja com uma abordagem preventiva, buscando o crescimento saudável, ou para tratar lesões e doenças já existentes, o cuidado do fisioterapeuta fará a diferença. 

Quer encontrar um bom fisioterapeuta osteopata perto de você?

Fale nas Clínicas EOM

Publicado em 12 abril de 2022